• ABII

Internet industrial mudando o processo de produção e a forma como vivemos


Fala-se cada vez mais em Internet Industrial, mas o que exatamente isso significa e quais são os seus impactos? Neste post especialmente preparado para ajudar a entender melhor o tema, você vai descobrir como a tecnologia está transformando a economia.

Internet Industrial - o que é?

Imagine peças de uma aeronave que enviam um alerta quando identificam necessidade de reparos, ou ainda, outra situação, turbinas eólicas que conseguem sozinhas, se comunicar umas com as outras com o propósito de gerar mais eletricidade, aumentando sua eficiência!

Estes são só exemplos simples de como os novos meios de conectar coisas do mundo físico às redes virtuais estão se multiplicando rapidamente. Sensores cada vez menores, mais inteligentes e mais acessíveis vem sendo instalados em meios de transporte, roupas, residências, e aos produtos que saem das fábricas. O agronegócio é outra exemplo importante de como a internet das coisas ajuda a corrigir processos e minimizar perdas.

É a internet industrial que já chegou, e é preciso estar conectado com essa realidade para manter a competitividade no mercado. Afinal, em plena Era da Transformação Digital, mercado e consumidores contam com opções tecnológicas mais inteligentes para apoiar o processo de transformação, seja pessoal ou profissional.

A transformação no setor industrial possibilita a criação de máquinas que podem ver, sentir e reagir, e assim, são operadas de forma muito mais eficiente.Sim, definitivamente é um futuro bem impactante para todos nós.

A internet das Coisas Industriais (IIoT), conhecida também como internet industrial, é a da união do mundo digital ao do mundo das fábricas. A internet industrial faz a conexão entre “coisas”: máquinas inteligentes e análises avançadas à pessoas de qualquer lugar – e a qualquer momento - a fim de gerar mais produtividade, qualidade e decisões assertiva.

“Estamos entrando em uma nova fase da revolução industrial, na qual temos um acesso instantâneo às informações. Isto está mudando nossas vidas”, destaca José Rizzo Hanh Filho, presidente da ABII.

Tendências da Internet Industrial

Segundo o Gartner Group, o faturamento de serviços decorrentes da internet industrial pode chegar a US$ 300 bilhões em 2020.

Pesquisa realizada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), aponta que 58% das empresas reconhecem o poder transformador das novas tecnologias digitais, contudo, menos da metade das companhias as utilizam. Ou seja, o espaço para o crescimento da internet industrial é muito grande no Brasil.

Os principais impactos que as empresas esperam com a internet industrial são a redução de custos, a melhoria da produtividade e produtos e serviços melhores além do crescimento econômico e surgimento de novos produtos, serviços e mercados.

Richard Mark Soley, diretor-executivo da Industrial Internet Consortium (IIC), revela que o impacto econômico dessa mudança será muito grande. “Empregos totalmente novos serão criados, a produtividade vai aumentar e oportunidades de negócios vão ser geradas, estimulando o consumo. O que está acontecendo não é nada novo. É parte de um processo histórico que se iniciou no final do século 18, com a invenção da máquina a vapor, por James Watt, e ganhou força a partir da primeira metade do século 19, e assim permite liberar as pessoas para trabalhos mais nobres”.

Muito além das máquinas

Mesmo parecendo que se resume em máquinas tecnológicas, a internet das coisas vai muito além das máquinas inteligentes e conectadas. Estamos vendo que a inovação está tomando conta e as tecnologias emergentes estão se difundindo de forma muito rápida.

E mais: as tecnologias digitais de fabricação já interagem com o mundo biológico. Já vemos arquitetos trabalhando de forma a juntar a engenharia de materiais e a biologia sintética para desenvolver sistemas que atuam de forma integrada com nosso corpo, com produtos que consumimos e até as casas em que moramos.

É um campo que avança de forma acelerada. A inteligência artificial já chegou e trouxe com ela os carros com direção autônoma, assistente virtuais que com comando de voz realizam diferentes ações, drones, softwares de tradução, impressoras 3D e robótica avançada.

A Indústria 4.0 e a Internet Industrial das coisas

A indústria 4.0 é uma nova lógica de produção, que nasceu na Alemanha, em 2011, e dá início ao processo de digitalização da operação industrial objetivando novas eficiências operacionais que reduzem custos. A expressão “indústria 4.0” refere-se à combinação de várias tecnologias digitais que abrangem:

  1. Internet das coisas;

  2. Robótica;

  3. Computação em nuvem;

  4. Sensores sofisticados;

  5. Análise e captura de dados;

  6. Manufatura digital e outras tecnologias.

De todas as tecnologias que compõem a indústria 4.0, a IIoT talvez seja a que avançará mais rapidamente entre as empresas brasileiras, como indica um estudo da Pyramid Research patrocinado por Cisco e Intel.

IIoT une máquinas inteligentes, análise computacional avançada e trabalho colaborativo entre pessoas conectadas para gerar profundas mudanças e trazer eficiência operacional para setores industriais diversos: manufatura, transporte, energia e saúde. A internet industrial por meio da união do mundo digital e o mundo das fábricas, permite que máquinas interconectadas possam se comunicar, trocar comandos entre si, armazenar dados na nuvem, diagnosticar defeitos e realizar auto-correções sem precisar de ajuda.

O estudo aponta que 73% das empresas pesquisadas já têm ou pretendem implementar IoT até o final de 2017. Entre as iniciativas de IoT já implementadas por elas aparecem medidores inteligentes, gestão de frotas, video analytics, sensores conectados e aplicações de melhoria na operação.

Para começar já!

É fundamental preparar a companhia para uma jornada de mudança cultural e de gestão. Os líderes têm o papel de sensibilizar as pessoas nas diferentes áreas. É momento de praticar a ruptura do que é tradicional buscando a inovação e fomentando o intercâmbio de conhecimentos entre os colaboradores como melhores práticas.

Um caminho excelente para acelerar o acesso às melhores práticas e conhecimento sobre o tema é buscar associações como a ABII - Associação Brasileira da Internet Industrial. Com o propósito de promover o crescimento acelerado da Internet Industrial através da coordenação de um ecossistema criador de iniciativas voltadas à integração, controle e conexão segura entre máquinas, sistemas, processos e pessoas, permite a geração de resultados transformadores para as diferentes indústrias.

#Internetindustrial #Internetdascoisas

451 visualizações

CONTATO

  • LinkedIn ícone social
  • Instagram
  • Facebook Social Icon

© 2020 por Associação Brasileira de Internet Industrial