• Genara Rigotti

O potencial da tecnologia 5G na IIoT


Uma das tecnologias mais aguardadas ao longo dos últimos anos é o 5G. Sucessora do 4G, promete revolucionar a conectividade no mundo todo.


Após a Anatel aprovar o edital, está previsto para ocorrer entre o final de 2020 e o início de 2021, o leilão do 5G no Brasil, criando a expectativa de que no próximo ano, smartphones com a tecnologia 5G já serão lançados no mercado nacional.


Mas se o mundo já está amplamente conectado à internet e vem usufruindo cada vez mais dos benefícios da transformação digital, por que o 5G vem a ser tão relevante e inovador do mercado mundial?


Porque a tecnologia 5G


A tecnologia do 5G corresponde à quinta geração de redes móveis a ser lançada para o mercado mobile. Entretanto, essa por sua vez possui um potencial mais robusto, podendo ser executada em uma escala mais abrangente de dispositivos.


Analisando os pontos que abordam o 5G, podemos compreender o porquê dela ser uma tecnologia tão aguardada no mercado, em especial, as fábricas detentoras de linhas de produção, que visam fortalecer o modelo de indústria 4.0.


Confira quais são as vantagens do 5G, que o diferenciam da tecnologia antecessora:

  • Velocidade: A velocidade de pico da tecnologia 5G é teoricamente 20x superior a da tecnologia 4G, atingindo uma margem de 20 Gbps, enquanto a sua antecessora, apenas 1 Gbps.

  • Utilização em larga escala: Devido a estabilidade da rede 5G, que possui uma alta velocidade e uma baixa latência, usufruir de seu potencial em larga escala torna-se possível, o que é plenamente adequado para os padrões mais complexos de linha de produção.


A influência do 5G na IIoT


Observa-se que o potencial da internet das coisas ainda não foi plenamente aproveitado no mercado industrial. E o 5G vem a ser o complemento que falta para que a IIoT possa corresponder plenamente às necessidade industriais.


Para melhor compreensão, os maiores frutos dessa relação são destacados abaixo:

  • A IIOT depende de velocidades maiores: Uma indústria que acrescenta a internet das coisas ao seu modelo de produção possui uma infraestrutura muito complexa. Se a velocidade da conexão não atender à demanda da infraestrutura, todo o escopo do projeto se torna comprometido.

  • Estabilidade e frequência na conexão: Uma indústria adepta da IIoT possui um alto volume de dados, o que também pode ser conhecido como o Big Data corporativo. Os dispositivos enviam informações o tempo todo, portanto se a rede não for estável, a eficácia desse controle pode ficar comprometida. A tecnologia 5G reduz a latência e se aproxima 99,99% do tempo real do processamento dos dados, o que traz equilíbrio para a leitura das métricas.

  • Controle de banda: Alguns dispositivos possuem um maior fluxo de informações para serem processadas, o que é plenamente comum em um ambiente industrial. Uma das grandes vantagens do 5G o controle de banda, que permite o perfeito ajuste da largura da banda para os diferentes dispositivos. Essa autonomia possibilita que os responsáveis pela infraestrutura otimizem a rede para que possam atender às reais necessidades da empresa.

  • Comunicação em tempo real entre os dispositivos: A essência do conceito de IIoT é analisar completamente os meios de produção, obtendo dados precisos a respeito do funcionamento do maquinário e permitindo a rápida identificação de problemas e o controle minucioso dos meios de produção. Acontece que com a tecnologia 4G, esse controle é impossível de ser realizado em tempo real. Portanto somente com o 5G que as indústrias estarão de fato operantes no modelo de indústria 4.0, aproveitando todos os benefícios da internet das coisas.


Transição gradual


Após o início da operacionalização do 5G no Brasil, vai levar um longo período até que as empresas estejam completamente atualizadas as novas possibilidades de conexão.


Estima-se que nos EUA, país onde já se iniciou a implantação da tecnologia, a cobertura se torne ampla em todo o país até o ano de 2025. Podemos concluir então que esse é um trabalho que será gradual no Brasil, ocorrendo pelos menos nos próximos 5 a 10 anos.


O fato é que estamos em um caminho sem volta. Todas essas novas tecnologias chegaram para ficar e cabe às empresas se atualizarem. As novas tecnologias se complementam e esse é modelo de negócios da indústria 4.0, a interconectividade.


O acompanhamento das inovações tecnológicas será o divisor de águas entre as empresas que irão prosperar e aquelas que serão ultrapassadas por concorrentes mais bem preparados.


Você já está dando um grande passo se preparando para o futuro, pois está buscando informações que te trarão o conhecimento necessário para o amanhã.


Continue lendo o blog da Associação Brasileira de Internet Industrial (ABII) e esteja sempre atualizado com as novidades da tecnologia industrial. Se pretender dar um passo adiante, associe-se à ABII.


#internetindustrial

#IIoT

#industria40

#tecnologia

#5G

#ABII

#negócios

#industria

#economia

#business

44 visualizações

CONTATO

  • LinkedIn ícone social
  • Instagram
  • Facebook Social Icon

© 2020 por Associação Brasileira de Internet Industrial