BLOG

  • Genara Rigotti

Conheça a história do Prêmio ABII


Reconhecido nacionalmente por destacar projetos que desenvolvem ou utilizam as tecnologias habilitadoras da indústria 4.0, o Prêmio ABII está na sua 4ª edição. O prêmio está totalmente alinhado a missão da Associação Brasileira de Internet Industrial (ABII) , que é de acelerar a indústria 4.0 e a internet industrial das coisas no Brasil. Por isso, neste ano, a premiação foi aberta para todas as empresas que tiverem interesse em participar e não apenas para as associadas. Não esqueça: as inscrições da primeira rodada estão abertas até o dia 9 de julho.


Mas a ideia desta postagem é voltar um pouco no tempo e relembrar como foram as três primeiras edições do prêmio (nos anos de 2017, 2019 e 2020) e o desafio realizado no ano de 2018. Vamos lá!


Prêmio ABII 2017


A ideia de realizar o Prêmio ABII surgiu no 3º Encontro Nacional realizado no Rio de Janeiro, em setembro de 2017. Organizado pelo GT Negócios, o primeiro prêmio foi entregue durante o 4º Encontro Nacional em Florianópolis, em dezembro daquele ano. A comissão julgadora daquele evento foi composta por diretores e líderes da ABII.

O grande vencedor do Prêmio ABII 2017 foi o projeto da “diili ‐ plataforma de serviços para refrigeração comercial, através da aplicação de IoT”, da Embraco (hoje Nidec). O diili (Data Information Insight Learning Intelligence) era uma tecnologia capaz de criar uma conectividade inteligente aos produtos de refrigeração. Além de verificar as condições técnicas do aparelho, poderia averiguar estoque, temperatura e informações sobre o gasto de energia. O diili coletava informações dos freezers e geladeiras através de sensores e câmeras acoplados no aparelho e ambiente. Essas informações são enviadas para a nuvem (cloud), onde são analisadas e os resultados entregues ao proprietário, podendo ser acessados diretamente no celular ou pelo computador.


Conheça todos os projetos inscritos no Prêmio ABII 2017:

  • “diili ‐ plataforma de serviços para refrigeração comercial, através da aplicação de IoT”, Embraco, hoje Nidec (1º, lugar)

  • “Dispositivos médicos odontológicos nas reabilitações das disfunções humanas” , DSP Biomedical

  • “Aplicação de de indústria 4.0 na extração de dados em tempo real de duas prensas Manhke de mais de 20 anos de idade” , Intelup (2º lugar)

  • “Controle de pallets através de etiquetas no padrão GS1” , Águas Petrópolis Paulista

  • “Rastreabilidade de medicamentos”, LIBBS

  • “Digitalização industrial através de um sistema Ubivis", Ubivis

  • “Telecomando das usinas para ENGIE Brasil Energia”, ScadaHUB

  • “Smart Gateway IoT HyOio”, Hydrobites

  • “Novo produto refrigerador Brastemp com manufatura utilizando pilares da Industria 4.0” , da Whirlpool

  • “Solução de análise de tendências de defeitos de amostras analisadas em laboratórios da indústria de transformação”, LiteLiMS

  • “Sistema ReMo ‐ Monitoramento Remoto de Fornos”, Granaço Fundição (3º lugar)

  • “Plataforma IIoT escalável para rastreabilidade”, Byond

Prêmio ABII 2019


A segunda edição do Prêmio ABII foi conduzida de forma conjunta pelo institucional ABII e GT Negócios, voltada apenas para empresas associadas. No calendário havia duas etapas classificatórias (a primeira ocorreu no 9º Encontro Nacional em junho de 2019, em São Paulo; e a segunda ocorreu no 10º Encontro Nacional em setembro, em Joinville). Havia uma comissão julgadora interna formada pela diretoria da ABII para as etapas classificatórias e um time de jurados externos para a etapa final, que ocorreu durante o 11º Encontro Nacional em São Paulo, em novembro daquele ano.


O time de jurados externos era formado por André Gasparotti, Technology Development Director da Embraer; Eduardo Zancul, professor da Escola Politécnica da USP; Emília Villani, chefe da Divisão de Projetos de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação do ITA-Instituto Tecnológico de Aeronáutica; Gustavo Gattass, Sr Product Marketing Manager da Microsoft; e

Bruno Jorge Soares, Coordenador de Indústria 4.0 e Inovação da ABDI.


O grande vencedor do Prêmio ABII 2019 foi o projeto "Linha de e-commerce para preparação de pedidos customizados" (desenvolvido para a Dolce Gusto/Nestlé) da Pollux. Conforme Ricardo Gonçalves, da Pollux, foram utilizadas várias tecnologias da 4.0 no projeto: conectividade das máquinas, big date, robotização. "Naquele momento era o maior e-commerce alimentício do País. Uniu uma necessidade de mercado com tecnologias. A Nestlé entendia a necessidade mas não tinha o como fazer. A Pollux entrou com a solução. Não é comum no mercado ter este alto nível de customização em volume. Foram dois anos de trabalho com uma equipe grande envolvida, explica. Abaixo você confere fotos do Ricardo Gonçalves, que apresentou o case vencedor, entre outras fotos do evento.


Conheça todos os projetos inscritos no Prêmio ABII 2019:

  • "Linha de e-commerce para preparação de pedidos customizados", Pollux (vencedor)

  • “Digitalização de fornos e seus benefícios” , TERMICA Solutions (finalista)

  • “Predição de esforços estruturais em plataformas offshore no Mar do Norte", Rio Analytics (finalista)

  • “Manutenção preditiva 4.0 – tecnologias e cases de digitalização, redução de custos e eficiência operacional”, Sensorville (finalista)

  • “Gerenciamento Inteligentes de Resíduos com Sensores Inteligentes”, "Pepperl+Fuchs (finalista)

  • “Monitoramento de Silos com Internet of Things”, Senior (finalista)

  • “Digitalização do processo de Manutenção Autônoma na Renault”, GoEPIK

  • “Solução em indústria de plásticos”, IAFOX

  • “Sensores inteligentes com comunicação sem fio LoraWAN”, ARC Informatique

  • “Painéis automotivos para a fábrica da FCA (FIAT)”Premio ABII 2019, Pollux

  • “Case de inspeção da produção com auxílio de realidade aumentada”, GoEPIK

  • “Sistema de Monitoramento e Diagnóstico para Usinas de Geração de Energia”, Macnica DHW

Prêmio ABII 2020


A terceira edição do Prêmio ABII foi conduzida pelo institucional, voltada apenas para empresas associadas. Pela primeira vez, em função da pandemia, o prêmio foi realizado de forma online, mas teve recorde de projetos inscritos: foram 13 projetos de 9 empresas. Houve apenas uma etapa classificatória, que escolheu 4 projetos para a grande final, realizada no 12º Encontro Nacional, em novembro de 2020, que também foi realizado de forma online.


Na primeira etapa, os projetos foram avaliados por uma curadoria especializada, formada por diretores e ex-diretores da associação. Luiz Gonzaga Trabasso, pesquisador chefe do Instituto Senai de Inovação em Sistemas de Manufatura e Processamento a Laser de Joinville e professor da divisão de engenharia mecânica do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA); e Marcelo Gramigna, Product Manager do segmento manufatura da TOTVS representaram a atual diretoria. André Zanatta, gerente de tecnologia e inovação do Centro de Inovação e Tecnologia Senai/FIEMG; Luciano Lopes, Head of Support Latin America na Endurance International Group; e Rogério Morrone, CEO e consultor da RR Morrone Consulting formaram o time de ex-diretores da ABII.


O vencedor foi eleito por uma banca de jurados externos fez a avaliação com base em critérios pré-estabelecidos. Foram jurados externos: Renate Fuchs, Associate Director Industry X Latam da Accenture; Rafaella de Brida, Automation Senior Engineer da Tigre; e Paulo Curado, diretor de inovação do CPQD. E uma novidade na premiação é que as empresas associadas da ABII também votaram durante o evento e os votos tiveram peso de um voto na contagem final.


O grande vencedor do Prêmio ABII 2020 foi o projeto "Logística 4.0" (desenvolvido para a tinturaria Florisa), da Pollux. Com a utilização de uma série de tecnologias da indústria 4.0 (como a conectividade e integração de sistemas, robótica, IIoT, cyber-segurança, nuvem, big data, analytics) a solução trouxe ganhos para a produção, mais assertividade na linha, menos tempo de execução, mais dados e análises e menos erros no processo de produção. O objetivo da Florisa era aumentar a capacidade de tingimento de tecidos. Hoje, a empresa tem 5 robôs móveis autônomos com capacidade de 1 tonelada cada para atuar em um armazém de 5 andares integrados com 4 elevadores e gaiolas com RFID, além da conexão com o ERP e WMS para controle e gestão de todo o processo.


Conheça todos os projetos inscritos no Prêmio ABII 2020:

  • "Logística 4.0", Pollux (vencedor)

  • “Controle de aterramentos temporários: tecnologia IoT aplicada para redução da falha humana” , Macnica DHW (finalista)

  • “TERMONLINE – Monitoramento contínuo da temperatura de pessoas”, TERMICA Solutions (finalista)

  • “Monitoramento Online e Preditivo de Motores Elétricos”, Nidec (finalista)

  • “Redução de custo e aumento de produtividade com o uso da tecnologia”, I3C Soluções

  • “EASY PASS DOCOMO (Japão) & SAFR”, RealNetworks

  • “Modernização do Ensino em Engenharia na disciplina de Computação Ubíqua”, PUCPR (com GoePIK)

  • “Otimização da coleta de dados em sistema de execução de manufatura (MES)”, Nidec

  • “Projeto AGVs Linha de Ônibus Mercedes Benz Brasil”, Selettra

  • “Projeto Integrador em Controle e Automação 2019/2º ‐ Desafio Controle de Temperatura”, PUCPR (com TERMICA)

  • "Selettra IoT”, Selettra

  • “Digitalização da Auditoria de Qualidade do Processo”, Nidec

  • “Multilink– Do sensor a nuvem", Pepperl+Fuchs

Desafio ABII, realizado em 2018


No ano de 2018 foi realizado o Desafio ABII, que substituiu o Prêmio ABII, utilizando um modelo de formação de times compostos por integrantes de diferentes empresas associadas. Foi uma forma de promover a internet industrial por meio de uma competição saudável e de caráter lúdico. Ele ocorreu no dia 25 de outubro, na sede da TOTVS em São Paulo, durante o 11º Encontro Nacional ABII, e teve como objetivo demonstrar de forma prática o potencial da internet industrial.


Na plateia estavam, além das empresas associadas, convidados representando os diversos segmentos industriais e os times que tinham um capitão, líderes do GTs e representantes de várias empresas, dependendo das competências necessárias para a criação da solução:


Time 2IoTeam

  • Solução: "O poder da conexão e integração entre as soluções de empresas associadas"

  • Tinha como capitão e líderes: André Pereira, R&B; Robson Klug, TOTVS; Renan Bonnard, Senai/SC; e Cibele Sanches, Rumo

Time Digital Growth

  • Solução: "Conectividade entre floresta e fábrica na produção de celulos"

  • Tinha como capitão e líderes: Flavia Barsotti, Braincube; Sergio Gaiotto, Keyrus; Luiz Carlos Sima, Termica; André Nery, Keyrus; e Denise Rengel, Senai/SC

Time Silicon Sheep

  • Solução: "Monitoramento de ativos e analytics com a utilização de realidade aumentada"

  • Tinha como capitão e líderes: Arnaldo Freitas, Korton; Marcelo Gramigna, TOTVS; Sidnei Matos, Krona; Gustavo Gonçalves, Sensorville; e André Zanatta, Senai/SC

O objetivo do Desafio ABII era apresentar uma demonstração real e ao vivo de IIoT. A ideia era conseguir demonstrar claramente o poder da internet industrial ao reunir sensores, softwares de análise e pessoas na criação de soluções inovadoras e de impacto. As demonstrações de cada equipe foram mantidas em total sigilo para gerar um efeito surpresa no dia da competição.


Um time de 5 jurados fez a avaliação a partir de um conjunto de critérios: grau de criatividade e inovação, o efeito impactante na plateia, o correto funcionamento da demonstração ao vivo, o grau de aplicabilidade e escala do conceito no mundo real, seu impacto social e/ou econômico e a presença dos diferentes elementos de IIoT na solução.


O júri que avaliou as apresentações foi composto pelos seguintes profissionais:

  • ABDI - Luiz Augusto de Souza Ferreira (Presidente)

  • ABINC - Luis Viola (Diretor de Tecnologia)

  • FIESP - Fernando Seabra (Diretor)

  • Sabó - Ricardo Teixeira Ávila (Diretor Industrial)

  • VDI - Johannes Klingberg (Diretor Executivo)

A pontuação final de cada time foi complementada pelo número de empresas convidadas que cada um deles levou ao evento, que teve como grande vencedor o time Silicon Sheep, mostrando o poder da IIoT em resolver dores do nosso cotidiano. Na foto ao lado, você confere o capitão do Silicon Sheep, Arnaldo Freitas, recebeu das mãos de Eduardo Arruda, gerente da Phoenix Contact, patrocinadora do prêmio que levou o capitão e um integrante do time a representar a ABII em um evento internacional em 2019. Abaixo, outras fotos dos times e suas apresentações


Prêmio ABII 2021


Sobre a ABII


A Associação Brasileira de Internet Industrial (ABII), fundada em agosto de 2016, atua com o objetivo de promover o crescimento e o fortalecimento da indústria 4.0 e da IIoT (Industrial Internet of Things) no Brasil. Fomenta o debate entre setores privado, público e acadêmico, a colaboração e o intercâmbio tecnológico e de negócios com associações, empresas e instituições internacionais, a partir do desenvolvimento de tecnologias e inovação. A ABII é signatária do Acordo de Cooperação com o IIC (Industrial Internet Consortium), consórcio criado em 2014, nos Estados Unidos, com o mesmo fim, pela IBM, GE e Intel. Buscando inserir o Brasil nesta revolução, Pollux, Fiesc/Ciesc e Nidec GA (empresa detentora da marca Embraco) uniram-se para fundar a ABII.


Continue acompanhando os avanços da transformação digital e a indústria 4.0 no Brasil. Siga o blog da ABII e fique por dentro das novidades! Se preferir, associe-se e participe dessa história.